Olá,

  CBT@News 244/2013  

GENEBRA
WTC2013 terá maior comitiva brasileira
Entre os dias 31 de maio e 7 de  junho de 2013 será realizado o WTC2013, em Genebra, na Suíça. O evento contará com a maior comitiva brasileira já presente em congressos como este. Já são 13 membros e a expectativa é que este número ainda cresça devido à importância do WTC2013 para o Brasil. “É fundamental estarmos em grande número para representarmos o país sede do WTC2014, mostrar à comunidade tuneleira internacional a força da engenharia de túneis brasileira e atrair participantes para o evento de 2014”, explica Hugo Cássio Rocha, presidente do CBT”. O Comitê Brasileiro de Túneis conta com a sua presença para mostrar a força brasileira e fazer do WTC2014 um evento único para a comunidade tuneleira internacional. Para fazer sua inscrição no WTC2013 e integrar a comitiva brasileira, acesse aqui.
ESCOLHA DE MÉTODOS
  SANTOS-GUARUJÁ
Presidente do CBT fala sobre o metrô de Porto Alegre Projeto executivo do túnel terá consultoria holandesa
Quase não houve avanço nas negociações para a construção do metrô em Porto Alegre. Apesar de dois projetos terem sido apresentados, ambos foram recusados pela prefeitura por não atenderem aos requisitos do pedido ou devido ao alto custo. Sendo assim, é muito pouco provável que o projeto saia do papel ainda em 2013. Ao estipular um valor equivalente a cerca de 3 bilhões de reais, o governo municipal optou por um plano mais econômico, utilizando o método cut and over, e não o shield, de custo muito mais elevado. Em entrevista ao jornal Zero Hora, o presidente do CBT, Hugo Cássio Rocha, critica a escolha do método cut and over que, apesar de mais barato, não ofereceria um custo-benefício satisfatório por conta de questões como o custo de escoramento, a distância de transporte da terra retirada e o impacto ambiental. Confira a matéria na íntegra.
O projeto executivo do túnel imerso Santos-Guarujá ganhou uma nova parceria. No dia 11 de abril de 2013, na Dersa, foi assinado o contrato com a empresa holandesa Royal Haskoning DHV, que já desenvolveu mais de 50 projetos de túneis imersos ao redor do mundo. Atualmente, o maior projeto sob responsabilidade da Royal Haskoning DHV é o túnel entre Dinamarca e Alemanha, de 90 km de extensão. O objetivo com a contratação da empresa holandesa é ter a experiência para um projeto inédito no Brasil e fazer todas as análises para reduzir ao máximo os transtornos causados pelas obras. Veja mais detalhes na matéria publicada pelo jornal A Tribuna. Foto do vídeo do projeto, publicado por A Tribuna.
www.tuneis.com.br